Publicado: 22 de julho de 2017 em:

Compre seu Whey

Olá amigos leitores, vocês devem enfrentar um baita problema tentando comprar uma proteína de qualidade por um preço razoável, certo?! Claro que sim! Estamos no nosso Brasil brasileiro, onde uma proteína custa quase um salário mínimo.

Como contornar essa situação e conseguir tomar algo de qualidade razoável? Eu tenho algumas dicas pra você, e acredito que podem lhe ajudar a tomar o “whey nosso de cada dia”.

Para determinar uma proteína de qualidade eu costumo seguir 4 princípios, são eles:

 

1 – Preço

Claro, o preço é primordial, algumas proteínas no mercado eu nunca comprei, apesar de ter comprado quase todas que existem!

Acredito que tem coisas que fogem a normalidade e são absurdas! Mesmo que eu tenha dinheiro para isso, pagar por um pote de 1kg de proteína que sequer eu sei se não é farinha é simplesmente uma boçalidade.

Se ninguém deixa do comprar, continua uma exploração idiota, que ninguém faz nada pra mudar, ou sequer consegue boicotar. Sempre digo que o consumidor tem a força, mas para muitos a proteína que se consome, assim como o carro que se anda, é status!

Uma pessoa de pensamento pequeno assim só consome o que é caro, mesmo sendo enganado gosta da falsa sensação de “poder comprar”.

2 – Solubilidade

A solubilidade é um grande fator de qualidade da proteína, quanto mais solúvel melhor a qualidade da sua produção.

Uma proteína que fica “boiando” no topo da coqueteleira geralmente é cheia de soja, espessantes ou produtos de origem duvidosa (como farinha, etc).

A solubilidade não só demonstra a qualidade da proteína como a forma de quebra de moléculas que ela foi submetida. Uma proteína hidrolizada irá ser muito mais solúvel que uma apenas concentrada, ou um blend, com albumina e outras formas de proteína mais baratas.

A solubilidade irá depender de todos esses fatores, e caso você opte por comprar uma proteína de melhor qualidade não terá dúvidas ao jogar na sua coqueteleira e mexer um pouco com a colher!

3 – Gosto

Ninguém consegue ficar tomando uma proteína com gosto de merda! Convenhamos que algo que se toma todo dia PRECISA de um sabor melhor que um gosto de sapato molhado.

O gosto é muito pessoal, mas quem toma proteína há muito tempo sabe identificar o que estou falando. A proteína não precisa ter gosto de Todynho ou Nesquick, mas um gosto suave e com notas fortes do sabor escolhido (chocolate, morango ou baunilha geralmente) são essenciais para um bom Whey.

4 – Qualidade Nutricional

Claro que não queremos uma proteína cheia de gordura e carbo, com certeza será muito gostosa uma proteína com mais de 3g de açúcar, ou com mais de 20g de carboidrato por dose, mas pra mim não compensa. A proteína deve ter PELO MENOS:

a) > 25g de proteína;

b) < 2g de açúcar;

c) < 10g de cardoidratos.

 

Visto tudo isso começo um passo a passo de 3 etapas para adquirir seu pote abençoado:

 

1 – Comece a pesquisar nos motores de comparação de preços o melhor preço no momento. Essa é uma dica valiosa! Antes de qualquer compra em sites de suplementos procure o melhor preço no momento em sites que comparam preços. Escolha o site que quiser, ou busque no google: “site comparador de preços”;

2 – Acesse um site que tenha cupons de desconto ou procura o cupom de algum “famoso” de instagram ou qualquer que seja. Certas vezes os sites estão com cupons promocionais relacionados à datas específicas; férias, páscoa, natal, etc. Isso auxilia muito e as vezes conseguimos cupons de até 30% de desconto;

3 – Procure uma proteína que esteja perto da data de vencimento. Dane-se… Eu vou tomar rápido de qualquer jeito e assim as proteínas ficam “quase” a preço justo! Como vai vencer o dono do site “queima” o produto. Preste somente atenção na qualidade e na textura do produto, já que você pode devolver se achar que está danificado ou estragado.

 

Finalmente as marcas que compro com mais frequência, pela análise de todos os quesitos acima, listados em ordem de importância:

 

1 – Whey Protein Isolado Nèctar / Syntrax

Ótimo custo benefício quando se encontra uma boa promoção. Gosto excelente e solubilidade fora do comum. Você pode encontrar em torno de R$ 150,00, pra mais ou pra menos.

2 – Whey Protein Hidrolisado ISO 100 / Dymatize

Muito caro, porém perto da data de vencimento podemos encontrar bons negócios. O melhor gosto e melhor tabela nutricional. Você encontra em torno de R$ 190,00, pra mais ou pra menos.

3 – Whey Protein Gold Standard / Optimum Nutrition

O gosto é bom, a tabela boa e geralmente o preço razoável. Um whey básico e funcional. A tabela fixa do produto é de R$ 199,00, mas você pode encontrar por até R$ 150,00.

OBSERVAÇÃO DO REDATOR:

Caso eu decida comprar um whey de menor qualidade provavelmente irei usar com aveia, em receitas de bolo ou mesmo incrementando clara de ovo pasteurizado, abacates ou outras frutas. Um whey “sem vergonha” pode ser muito útil para fazer seus “batidos protéicos”, whey com café,  ou mesmo um “blend”. Use sua imaginação! Whey de baunilha com maracujá e cacau, whey de chocolate com abacate e gelo, whey de morango com morangos congelados. Logo logo iremos publicar um novo artigo sobre “batidos protéicos”. Um abraço e até a próxima!

Gabriel Ortiz

Gabriel Ortiz, bodybuilder natural lifetime, ou seja, nunca utilizou esteróides anabolizantes. Formado em Educação Física, atua como treinador em Brasília, já preparou e prepara vários atletas naturais, inclusive premiados com o título de profissional 'Pro Card' pela ANBF em Dez/16 nos Estados Unidos - FL. Redator e colunista desde 2006, cunhou o termo "Preconceito Muscular".

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar

Notify of
avatar
wpDiscuz